sábado, 3 de abril de 2010

O sábio e os viajantes!



        Como ocorrem todas as semanas aqui na GPS Investimentos realizamos a integração de novos colaboradores. Nesta semana acompanhei a integração que foi ministrada por um de nossos novos técnicos de segurança já que era a sua primeira vez. No mesmo dia realizei entrevista com candidatos a vaga de estágio de segurança do trabalho. Estas duas situações me fizeram lembrar uma fábula que li em um livro, como minha memória é fraca não lembro exatamente o nome deste livro. A fábula é sobre dois viajantes e um velho sábio que recepciona visitantes no portal de uma pequena cidade. A história é mais ou menos assim:

         Um viajante ao chegar na cidade pergunta ao sábio:

- Senhor, como é esta cidade?

- Primeiro diga você, jovem viajante, com é a cidade de onde vens? Questiona o sábio.

- A cidade de onde venho é horrível, não tem oportunidades, as pessoas são rudes e não fiz nenhum amigo durante minha estadia nesta cidade, por estes motivos estou atrás de uma cidade diferente, uma cidade que me de oportunidades, onde eu possa ser feliz e realizado.

- Nossa cidade é exatamente igual a cidade de onde você vem! Responde o sábio.

        O viajante bastante decepcionado com a resposta do sábio pega sua mochila e vai embora, em busca de uma cidade diferente da cidade de onde vem.

         Cerca de duas horas depois chega outro viajante e após ser recepcionado pelo velho sábio, questiona:

- Olá! O senhor que vive a tanto tempo nesta cidade pode me responder. Como é esta cidade?

        O sábio então questiona ao segundo viajante:

- Primeiro me diga você, como é a cidade de onde vens?

- A cidade de onde venho é maravilhosa, fiz muitos amigos, tive excelentes oportunidades de emprego e de aprendizado. Estou agora em busca de novos desafios, aprendizados diferentes, novas experiências e novos obstáculos a transpor.

         O sábio então responde:

- Nossa cidade é exatamente igual a cidade de onde você vem!

         Contente o viajante dirige-se a pousada mais próxima e instala-se na cidade. Perplexo com as situações que acabou de presenciar o neto do velho sábio, que estava junto ao sábio naquela tarde questiona:

- Vovô, o senhor que sempre foi um exemplo de honestidade e integridade, sempre me ensinou a não mentir, mas para um dos dois viajantes o senhor mentiu! Deu a mesma resposta para duas cidades totalmente diferentes.

- Não meu neto, eu não menti. Nossa cidade não é diferente de nenhuma outra cidade, as cidades são todas iguais, com pessoas rudes e pessoas amáveis, com oportunidades e desafios, o que determina se uma cidade é boa ou ruim é a forma como você enxerga ela.

Você carrega sua cidade dentro de você!


         Costumo usar esta fábula como introdução de minhas integrações. Nossa empresa não é diferente de nenhuma outra empresa. Como em qualquer local existem pontos positivos e negativos, existem pessoas motivadas que nos ajudam e nos dão bons conselhos e existem pessoas desmotivadas, pessimistas e que tentam nos desmotivar também. Durante toda nossa vida iremos encontrar barreiras, teremos dificuldades e desafios, depende de nós escolhermos a forma como encará-los.

         Sejamos como o segundo viajante. Vamos buscar nos desafios a motivação necessária para nossa felicidade. Vamos transpor os obstáculos que a vida nos proporciona, que estes desafios nos tornem cada vez mais fortes e vitoriosos!
 

3 comentários:

  1. adorei esse texto, sou diretora de uma escola e esse ano estou recebendo mais professoras de outras escolas , o texto é perfeito para nossa primeira reunião,obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Goatei de reler esse texto, a primeira vez q ouvi foi um âmbito religioso.

    ResponderExcluir
  3. Goatei de reler esse texto, a primeira vez q ouvi foi um âmbito religioso.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...